Dois foram absolvidos e 01 condenado pela morte do garoto Wilian no Morro do Ibama em Juara

Foi realizado na segunda-feira, dia 04 de dezembro de 2017, o júri dos réus, Deivid Bispo dos Santos, Edson Marlon Pontes e Cleberson Jackson Coelho, acusados de assassinar o adolescente Wilian Alves Ferreira de apenas 13 anos, no dia 22 de janeiro, no local conhecido como Morro do Ibama, nas proximidades do jardim Califórnia em Juara

O júri teve início às 09 horas da manhã e foi concluído somente por volta das 22:00h, onde os jurados entenderam que, Deivid Bispo dos Santos, Edson Marlon Pontes não participaram do crime, e diante disso, absolveram os jovens mediante das provas contundentes nos autos do inquérito e proferido no processo judicial.

Apenas o réu, Cleberson Jackson Coelho foi condenado há 24 anos e 06 meses de prisão pela morte de Wilian Alves Ferreira.

Para o Judiciário, esse foi um dos juris mais complicados do ano, com 03 réus e 03 defensores que tiveram uma longa batalha, mas no final prevaleceu os moldes da justiça, onde quem deve irá pagar, e os inocentes absolvidos.

A vítima, Wilian Alves Ferreira já havia sido internado no Centro Socioeducativo em Cuiabá, por ter participação no duplo latrocínio em Juara, em 13 de outubro de 2015, que culminou na morte do proprietário de lava-jato Claudemilson Ferreira, popular Dinho e Alessandra Scheffer.

Na época do crime, as vítimas, Dinho e Alessandra Scheffer foram encontrados mortos em um córrego nas imediações da zona rural de Juara, denominado Araputanga, e estavam amarrados.

 

 

Fonte :

Portal do Arinos

Deixe seu comentário: