Marido que dirigia caminhão de onde mulher caiu e morreu durante Rally se apresenta e dá depoimento em Tabaporã

Muitas informações foram repassadas a reportagem do Porto Noticias nas últimas horas, relatando sobre o acidente que vitimou a senhora Paula Aparecida de Souza de 36 anos, moradora de Tabaporã que participava do 1º dia do Rally Unificado na carroceria do caminhão de apoio da prefeitura de Tabaporã que era conduzido por seu marido.

O próprio delegado Albertino Felix de Brito Junior chegou a dizer a reportagem na manhã deste domingo (28/01), que uma pessoa que vinha em outro veículo logo atrás tinha passado sobre Paula após ela ter caído da carroceria do caminhão conduzido por seu marido, e que a Polícia tinha feito diligencia até a casa do suspeito, mas não o tinha encontrado.

Essa versão rechaçava a primeira de que Paula tinha sido atingida pela roda do caminhão em que estava e que era conduzido pelo marido quando caiu.

Depois, o delegado disse que realmente o único suspeito de ter atropelado Paula era o marido da vítima, e que ele iria se apresentar ainda na manhã deste domingo dia 28 na delegacia em Tabaporã para dar sua versão sobre o fato.

Conforme adiantou a autoridade policial, na manhã deste domingo o marido de Paula, Claus Rantim que é servidor da prefeitura de Tabaporã e que dirigia o caminhão de onde ela caiu, se apresentou a Polícia e deu depoimento, e afirmou que não viu quando ela caiu de cima da carroceria.

Ao cair, Paula foi logo socorrida pela ambulância da prefeitura de Porto dos Gaúchos que estava próximo e levada ao hospital, mas acabou falecendo.

Laudo preliminar, aponta que a causa da morte poder ter sido apenas pela queda do caminhão em que Paula estava, e que ela não foi atropelada.

O delegado informou que o laudo oficial da Polícia Técnica de Juína para onde o corpo foi levado no final da tarde de sábado dia 27, deve sair em 10 dias.

Relacionadas:

Mulher morre acidentalmente durante primeiro dia de percurso do Rally Unificado

Organização cancela continuação do Rally Unificado após acidente com vitima fatal

Delegado instaura inquérito para apurar acidente que vitimou participante do Rally Unificado, e diz que é cedo para responsabilizar alguém

Fonte :

Porto Noticias

Deixe seu comentário: