Vereadores solicitam e Ministério Público destina recurso para aquisição de instrumentos para Orquestra Municipal

Porto dos Gaúchos terá uma Orquestra Municipal. A apresentação do projeto aconteceu na tarde desta quinta-feira (11/01), na sede da Promotoria de Justiça de Porto dos Gaúchos durante reunião que foi agendada pelo presidente da câmara municipal de vereadores, Nolar Soares de Almeida.

A reunião contou com a participação do Promotor de Justiça Dr. Marcelo Rodrigues Silva, do presidente do legislativo vereado Nolar, e dos vereadores Professor Enos, Paulo Celso Ortega, Kelly Duarte e Marisane Waldow, além da secretária de Meio Ambiente, Turismo e Cultura – SEMATUR, Andyra Piovesan.

A reunião teve o intuito de apresentar um pré-projeto de criação da Orquestra Sinfônica Municipal ao Promotor de justiça, e solicitar que o Ministério Público destinasse recurso de transação penal para aquisição de instrumentos.

A ideia de criação da orquestra foi acatada pelo promotor, que de imediato confirmou a destinação de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), para que a Sematur adquira os primeiros instrumentos.

Em entrevista ao Porto Notícias, o Promotor parabenizou os vereadores e a secretária da Sematur pela iniciativa. “Saímos da reunião felizes e vou encaminhar o Projeto que me apresentaram para a sede do Ministério Público para que esse Projeto que será desenvolvido pela prefeitura municipal com apoio da câmara de vereadores e do Ministério Público possa concorrer a prêmios no conselho nacional. É importante proporcionarmos cultura as pessoas, para que elas sejam mais ativas, e a música em si desenvolve o intelecto das pessoas. Saio da reunião satisfeito”, destacou o promotor Marcelo Rodrigues Silva.

Com a confirmação da destinação do recurso inicial pelo Ministério Público, a secretária da Sematur Andyra Piovesan, disse que a expectativa agora é de que a criação da orquestra se torne uma lei municipal. “Vamos fazer este projeto acontecer para que ele continue mesmo depois que se mudem gestões sendo um projeto da cidade. Quanto as pessoas que vão participar, conversei com o maestro que vai vim trabalhar este projeto e a ideia é trabalhar com as crianças, adolescentes e idosos, principalmente as crianças de projetos sociais”, disse.

O presidente do legislativo, vereador Nolar agradeceu a disponibilidade do Promotor em receber os vereadores. “ Ficamos felizes por ele já destinar este recurso inicial para que possa ser dado início nesse projeto da Orquestra Municipal, que é um trabalho social que vai ter participação da Sematur, do executivo municipal e a câmara será parceria. Hoje nesta oportunidade eu juntamente com a vereadora Kelly, vereadora Marisane e vereadores Paulo Celso e Professor Enos estivemos discutindo com o promotor esse projeto e ele entendeu a importância e está sendo parceiro também. Além disso, fizemos questionamentos sobre a MT-220, pedimos com relação a que atitude tomar sobre a escola José Alves Bezerra que está em condições precárias, sem condições de receber alunos, e é uma reivindicação da diretora Helena também. Pedimos orientações para que possamos buscar soluções para estes problemas, e o promotor atentamente nos e ouviu e ficamos felizes pela receptividade e parceria que o Ministério Público nos transmite”, ressaltou Nolar.

O vereador Professor Enos, idealizador do projeto de criação da Orquestra disse que a ideia da criação já existia, através do Bioquímico Mário Henrique Lara Ferreira, e que ao tomar conhecimento, adotou a ideia com o mesmo entusiasmo por gostar de música e cultura.

“Em 2017 estivemos em vários lugares buscando formas de fazer o projeto acontecer, e ai no final do ano tivemos a surpresa de saber que tinha um maestro com intenção de vir morar no município e começamos uma interlocução com a secretária Andyra e com os demais vereadores e chegou até o ponto que já chegou.

Pra mim um dia feliz por ter a certeza que em breve vai ser criada a Orquestra Municipal. Agradeço ao Ministério Público, o Promotor Dr. Marcelo pela receptividade, pois superou todas as expectativas e saímos com a garantia do recurso que já vai dar condições que o projeto se inicie em breve. Aos vereadores e vereadoras e a secretária de Meio Ambiente também que vem dando força e credibilidade para que o projeto possa andar meus agradecimentos”, concluiu Enos.

 

Fonte :

Porto Noticias

Deixe seu comentário: