Vereadores de Novo Horizonte do Norte aprovam projeto que suspende cargo de diretor nas escolas municipais

Em sessão realizada na noite de segunda-feira (13), os vereadores de Novo Horizonte do Norte entenderam a mensagem do executivo e referendaram o projeto nº 1216/2017, que dá nova redação ao artigo 5º da lei nº 532/2001 do Plano de Cargos, Carreiras e Salários – PCCS da educação municipal, abolindo o cargo de diretor de escolas municipais no próximo ano.

A princípio, o projeto foi recebido na câmara com uma certa desconfiança principalmente pelos vereadores de oposição, mas ao ouvirem as explanações dos representantes da secretaria de Educação e do poder executivo, houve consenso na aprovação do projeto entendendo a necessidade de economia proposta pelo chefe do executivo.

O projeto aprovado elimina mesmo que temporariamente o cargo de diretor nas 03 escolas municipais, que hoje é exercido pelo professor Lourival de Oliveira, que se manifestou contra a aprovação do referido projeto nas redes sociais. O atual diretor entendeu que a Democracia foi atacada e o direito de escolha foi atingido, mas considerou a escolha do executivo e dos vereadores legitimas.

“Resta agora saber as consequências deste ato. Só nos cabe relembrar daqui a um certo tempo todo o retrocesso e as demandas deixadas, e claro ninguém poderá dizer que isso não foi uma escolha legítima, pois mesmo que de certa forma fora feita uma escolha, pena é que quem pagará, os atuais equívocos serão as gerações futuras. Fica aqui a tristeza de ver um processo democrático ser adiado, o direito de escolha ser postergado. Durmo com a consciência limpa e de dever cumprido, e espero que a população se organize e discuta abertamente o que lhes foi tirado, e que de fato todos se tornem atuantes na sociedade, e espero que cada vez mais possamos amadurecer e não termos memória curta, pois é nisso que se baseia esta classe de políticos que querem limitar cada vez mais nossos direitos. E a todos fica a dica o conselho ” Resiliência e Boa memória”, escreveu o diretor.

Já o secretário municipal de Educação do município, Amilton Amaral, que responderá também pela direção das escolas em 2018 com apoio dos coordenadores pedagógicos, agradeceu o apoio da câmara de vereadores ao projeto e destacou sua importância para o andamento da administração, se colocando à disposição da comunidade.

“Quero agradecer aos vereadores e vereadoras, pela compreensão, e reafirmar que o Projeto foi sugerido pelo Executivo, por consciência da necessidade de equilibrar as finanças. O mesmo foi referendado por unanimidade no Conselho Municipal de Educação, e também por unanimidade no Legislativo. Aos interessados e preocupados com a qualidade do atendimento da comunidade escolar, já me coloco à disposição para o diálogo, contando com a Equipe Técnica da Educação, Coordenadoras, Nutricionista e os Conselhos Municipais”.

 RelacionadaPrefeito de Novo Horizonte do Norte quer extinguir cargo de diretor em escolas municipais para cortar gastos

Fonte :

Porto Noticias

Deixe seu comentário: